Cuiabá, 16 de janeiro de 2021

Virtualização do Poder Judiciário de Mato Grosso

Por: Ana Claudia Fortes - 18 de dezembro de 2019

A substituição do papel pela tecnologia também chegou aos processos administrativos do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. A digitalização dos processos proporciona economia física, financeira, desburocratização e agilidade do trâmite na justiça.

O Juiz Auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça, Luiz Octávio Oliveira Saboia Ribeiro, conversou com o NewsJur sobre a celeridade e a proximidade com a sociedade, adquirida com a virtualização do Poder Judiciário de Mato Grosso.

“O Judiciário vem evoluindo, e é uma atoada de várias administrações, no que tange dar estrutura para que essas ações que hoje vem sendo realizadas, possam ser concluídas. Em relação a digitalização, o poder judiciário hoje tem diversas frentes, tanto na área administrativa, na área meio, na área fim, e na área judicial, que é a parte que impacta diretamente o cidadão, está evoluindo muito.

Este ano o Tribunal de Justiça termina com um volume de processos eletrônicos maior do que o volume de processos físicos, demonstrando que hoje o judiciário tem mais condições de atender as demandas da sociedade, numa velocidade maior.

Uma das intenções da virtualização e da digitalização dos processos, é a redução de custos. Seja a redução de custo com o papel, ou na impressão, na tinta e por aí vai. É obvio que além da sustentabilidade, o cidadão deve estar sempre no centro das decisões do Tribunal de Justiça. A virtualização também tem esse objetivo, dar ao cidadão uma prestação jurisdicional mais célere, e mais transparente.

O processo eletrônico permite por exemplo que ele acesse os dados de qualquer lugar, de várias formas e diversas plataformas. Portanto, além da sustentabilidade, um desenvolvimento de fato na prestação jurisdicional para o cidadão.

A intenção é aproximar e revelar ao cidadão, cada vez mais os serviços que são prestados. Muitas vezes as pessoas desconhecem o conteúdo de uma decisão, como o processo está tramitando, em razão da dificuldade de se deslocar até o fórum e de ter acesso ao seu processo.

O processo eletrônico junto com as demais ferramentas que vem sendo lançadas, como é o ClickJud, permitem que o cidadão em qualquer lugar do mundo, tenha acesso daquilo que lhe é muito caro, informação. Informação principalmente acerca do seu processo”.